13.12.16

O abutre

-  Samuel Beckett

Arrastando a sua fome através do céu
do meu crânio concha de céu e da terra

mergulhando sobre os tombados de borco
que breve deverão retomar a vida e andar

escarnecido por um tecido que poderá não   
                                                                      [servir
até que a fome a terra e o céu se convertam
                                                             [em refugo

(Tradução de Jorge Rosa e Armando da Silva Carvalho)

Nenhum comentário:

Postar um comentário